SMLU/Imbé revitaliza Lago do Braço Morto

A manutenção frequente de pontos turísticos da cidade é uma das preocupações da Prefeitura de Imbé. Espaços de uso coletivo, ainda que sem movimento por conta da pandemia causada pela Covid-19, têm recebido cuidados especiais. É o caso do Lago do Braço Morto, localizado na esquina da Avenida Santa Rosa com a Rua Santo Ângelo, no Centro. O local recebeu um mutirão de revitalização nos últimos dias.

Conforme o Manoel Gonçalves Duarte, o Nezinho, titular da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (SMLU), servidores se dedicaram à limpeza da vegetação dentro do lago, procedimento que foi autorizado e acompanhado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Pesca, Proteção Animal e Agricultura (SEMMAPA), obedecendo as normas ambientais. Canteiros, bancos e pontilhões também receberam manutenção e pintura. Serviços como capina, roçada e revisão da iluminação também foram executados.

Outra novidade no local são alguns vasos com folhagens, espalhados pelo calçadão que cerca a área. Nezinho explica que as espécies foram retiradas do calçadão da Avenida Beira-Mar e transferidas para o Braço Morto para proporcionar melhor tratamento às plantas, que poderiam sofrer com as variações do tempo por conta de sua fragilidade. “Neste local elas estarão sob cuidado permanente, garantindo sua conservação para que durante o verão possam retornar ao calçadão”, explica.

O titular da SMLU reforça que as atividades em pontos turísticos como o Braço Morto estão proibidas por conta das medidas de distanciamento social adotadas pelo governo municipal ainda em março, por conta novo coronavírus. “Ainda que a população não possa usufruir por completo deste local, temos compromisso contínuo de mantê-lo conservado. É um dos espaços públicos mais lindos da nossa região e precisa de um cuidado especial permanente do poder público”, destaca. “Agradeço especialmente a equipe de servidores que se dedicou nos últimos dias à limpeza do nosso Braço Morto. Todos empenhados e agindo com carinho em cada canto deste ponto histórico da nossa cidade”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *