Record TV celebra hoje 12 anos no Rio Grande do Sul

Doze anos de dedicação, trabalho, credibilidade e respeito à população gaúcha. Nesta segunda-feira a Record TV festeja mais um aniversário no Estado. Conforme o presidente do Grupo Record no Rio Grande do Sul, Reinaldo Gilli, os colaboradores ajudaram a construir a imagem e a credibilidade da emissora, considerada a porta-voz dos gaúchos. “Começamos nesta segunda-feira o mês de aniversário e, durante toda a programação, falaremos sobre a data, mostraremos um pouco do que aconteceu, reportagens que levamos e pessoas que acompanharam o nosso crescimento. Claro que teremos bolo e durante todo mês vamos contar um pouco da nossa história”, diz.

Gilli que, em 2007, participou da negociação e compra da TV Guaíba, Rádio Guaíba e Correio do Povo, além de acompanhar a montagem da Record no Rio Grande do Sul, retornou ao Estado, como presidente, em 2014: “Foi quando iniciamos a segunda etapa, o processo de digitalização, a transformação da emissora em digital. Para os próximos anos temos muito trabalho e investimento.” De acordo com ele, o intuito é buscar a aproximação ainda maior do público. “Seguiremos com os investimentos em tecnologia de ponta, em talentos e cobertura, porque a cada dia que passa o sinal digital chegará a outras cidades”, frisa. Com o aumento da abrangência, o presidente acredita que a programação alcançará ainda mais pessoas. “Seguiremos crescendo, não só em audiência, mas em prestação de serviço aos telespectadores. A ordem é trabalhar, continuar a crescer e seguir agradando ao povo do RS, que nos recebeu tão bem”, completa.

No fim do ano passado, a cobertura regional foi ampliada, quando em dezembro foi lançado o Balanço Geral Manhã. “Hoje temos sete horas e meia de jornalismo local, as programações jornalísticas se iniciam às 6h30min e terminam com participação regional às 19h45min, quando o Rio Grande Record se encerra”, frisa o presidente. Para que isso fosse possível foi preciso investimento. “Isso tudo é necessário para levar aos telespectadores jornalismo de qualidade e com compromisso com a verdade. De forma paralela, através da cabeça de rede, lançou-se a linha de reality shows, que os gaúchos receberam muito bem. Esse nicho começou com a Fazenda e o Aprendiz, e hoje há vários programas que têm agradado ao brasileiro.” As novelas também consolidaram a emissora. “São produções de qualidade, que têm embasamento bíblico, e gerado grandes audiências, porque podem ser assistidas com a família”, detalha o presidente.

A diversidade da programação faz com que a Record TV esteja entre as melhores emissoras do mundo, pelo seu conteúdo e pela qualidade daquilo que é transmitido. “Atendemos todos os gostos e públicos. Essas características fizeram com que ela se tornasse a segunda maior rede de televisão do Brasil e aqui no Rio Grande do Sul não é diferente.” No Estado, a emissora é vice-líder de audiência, seguindo a tendência no Brasil, com crescimento constante. “Temos uma relação de amizade e proximidade com os gaúchos e temos percebido esse crescente carinho e apoio da sociedade por onde andamos”, expressa. Foi esse conhecimento da programação que fez com que Alexandre Mota recebesse o prêmio Top Of Mind neste ano – depois de quase 30 anos de hegemonia da emissora concorrente.

Credibilidade a toda prova 

“Hoje o nosso maior patrimônio é a credibilidade. Os gaúchos acreditam no Grupo Record. Isso não se compra com dinheiro, se conquista com trabalho, dedicação, verdade, seriedade e bons profissionais, prezamos muito isso.” As palavras do presidente do Grupo Record RS reforçam o comprometimento que a emissora tem com o Estado. Ele ressalta a união entre a empresa e os colaboradores, considerada a receita que tem dado resultado. Entre as coberturas feitas, ele relembra o caso Bernardo, em Três Passos. “Foi uma semana intensa com mais de 40 horas ao vivo, sobretudo do julgamento. Fomos os únicos a dar de forma ininterrupta a leitura da decisão do júri. Abrimos nossa grade, interrompemos a programação, para dedicar o espaço exclusivamente a isso, que era algo de interesse não só gaúcho, mas do povo brasileiro.” O fato, que também foi notícia em rede nacional, mostra o compromisso com os telespectadores também fora do Estado.

Outro foco da Record RS é levar o que é notícia aqui para o Brasil. “Todos os dias conseguimos enviar conteúdos que são divulgados na grade nacional. Temos promovido nossas riquezas. Vem aí o inverno e estaremos em Canela durante todo mês de julho, para mostrar os pontos turísticos de nossa Serra.”

Jornalismo ao vivo

Conforme o gerente de jornalismo, Luiz Piratininga, para manter as 7h30min de jornalismo local ao vivo o segredo é organização e planejamento. “Temos repórteres para todos os jornais. Priorizo muito as entradas ao vivo. O nosso carro-chefe é o conteúdo local ao vivo. Pela manhã, projetamos o dia porque o gaúcho gosta de sair de casa informado”, destaca. Informações de temperatura, trânsito e os principais detalhes do que aconteceu na madrugada são repassados para o espectador. Depois, no restante da programação, há continuidade dos destaques e, no fim de tarde e início da noite, o foco é a prestação de serviço.

Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *