Polícia Civil ganha padronização na identidade visual

Os decretos que instituem a nova identidade visual da Polícia Civil do Rio Grande do Sul e a criação das medalhas Mérito de Inteligência Policial, Mérito de Gestão Polícia Judiciária e Mérito Funcional, além da instalação de selos de eficiência no âmbito da instituição, foram assinados pelo governador José Ivo Sartori, na tarde desta segunda-feira (19), no Palácio Piratini.

Sartori destacou a importância das iniciativas. ”A identidade visual é uma forma de se comunicar com a população. Ter uma identificação unificada facilita o reconhecimento da instituição perante a comunidade. Já as novas medalhas são uma forma de valorizar a gestão e o bom trabalho de quem compõe a Polícia Civil. Ou seja, são iniciativas fundamentais para a qualificação estrutural da entidade”, disse o governador.

Durante 49ª Reunião do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil (CONCPC), no Pará, a proposta de padronização da identidade visual das polícias do Brasil foi aprovada por unanimidade, prevendo como cores oficiais da corporação o branco, o preto e o cinza e, ainda, uniformizando as vestimentas e os painéis oficiais.

“É uma ação de âmbito nacional, uma iniciativa que vem se fortalecendo nos últimos dois anos. Logo, concretizar esse projeto é um grande passo para a nossa instituição”, explicou o chefe da Polícia Civil, Emerson Wendt.

Em relação às novas medalhas, Wendt disse que é uma oportunidade para reconhecer o esforço de quem atua na entidade. “A iniciativa segue um viés de reconhecimento, tanto dos nossos policiais quanto dos nossos resultados. Com certeza, é uma ação motivadora que vem para colaborar ainda mais com a Polícia Civil”, afirmou.

O secretário da Segurança Pública, Cezar Schirmer, prestigiou a cerimônia. “A assinatura dos decretos é uma forma de destacar o trabalho da polícia e a dedicação dos profissionais que nela atuam. Definitivamente, é um ato que capacita ainda mais a instituição”.

Um comentário em “Polícia Civil ganha padronização na identidade visual

  • 21 de novembro de 2018 em 09:37
    Permalink

    Tem que prender essa cambada de severgonha enquanto eles estão presos nossos filhos estão salvos na rua bom trabalho da brigada militar tem que prender e não soltar mais

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *