Polícia Civil conclui inquéritos e indicia suspeito que cometia crimes de dentro do presídio através de redes sociais

Nesta sexta-feira (17), a Polícia Civil concluiu 04 Inquéritos Policiais com indiciamento de um homem de 31 anos de idade pelos crimes de extorsão, estelionato, falsa identidade, falsidade Ideológica, coação no curso do processo, ameaça e injúria.

O indiciado praticou os crimes de dentro da Penitenciária Estadual de Santa Maria – PESM, onde encontrava-se recolhido cumprindo pena por roubo, utilizando-se do aplicativo whatsApp e da rede social Facebook. O mesmo criava perfis falsos, sendo que em um destes perfis, se fazia passar por um Policial Civil gaúcho, utilizando nome e imagem do servidor policial.

Também foram vítimas do indiciado pessoas das cidades de Tupanciretã, Caxias do Sul e Júlio de Castilhos. Os golpes baseavam-se em compra e venda de veículo pelo site OLX, extorsão através do golpe dos “NUDES”, ameaças pela rede social, etc.

As investigações tiveram duração de um ano, sendo que ao longo da investigação foi cumprido mandado de prisão preventiva contra o indiciado. O mesmo possui uma extensa ficha criminal que inclui crimes como furto, receptação, roubo, latrocínio, dano, coação no curso do processo, associação criminosa, entre outros.

A investigação foi coordenada pela Delegada Alessandra Padula, que responde pela Delegacia de Júlio de Castilhos.

 

Leandro Adão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *