Mopert recebe barco para auxílio nos trabalhos

O projeto de Monitoramento da Atividade Pesqueira do Estuário da Bacia Hidrográfica do Rio Tramandaí (Mopert ) recebeu nesta quarta-feira (10) um barco para auxílio nas atividades. O ato de entrega ocorreu no Ceclimar/UFRGS, que faz a coordenação científica deste projeto. O prefeito Ique Vedovato e a diretora substituta do Ceclimar, Marlene Jung, entre outras autoridades, estiveram presentes. A iniciativa tem como objetivo principal o monitoramento das espécies de pescado no estuário, especialmente os bagres.

A embarcação, motor de 30hp e carreta para transporte do barco, foram adquiridas através do convênio entre a Prefeitura e o Governo Federal, por meio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Sobre o Mopert

O objetivo do Mopert é avaliar as quantidades, as espécies, os tamanhos e as características biológicas dos pescados capturados pelos pescadores artesanais profissionais em Imbé e Tramandaí. Também atua para caracterizar as pescarias e os pescadores dos dois municípios. Estas informações são fundamentais para o manejo dos recursos pesqueiros e para subsidiar a elaboração de políticas públicas adequadas que visem o desenvolvimento da atividade pesqueira de maneira sustentável.

Os pescadores artesanais profissionais de Imbé e Tramandaí participam do auto monitoramento, onde eles mesmos registram os peixes e respectivas quantidades capturadas em um caderno de registros, o “caderno de produtividade pesqueira”. Os técnicos (biólogo e oceanólogo) e bolsistas (acadêmicos da Biologia Marinha – CECLIMAR/CLN/UFRGS) do Mopert realizam a supervisão do preenchimento dos cadernos, a validação e a análise das informações. Assim, pescadores, instituições representativas (Colônia de Pescadores Z-39, Z40 e Sindicato dos Pescadores de Tramandaí) e equipe MOPERT trabalham em conjunto.

O Monitoramento continua em plena atividade buscando informações para subsidiar o manejo adequado dos recursos pesqueiros nos municípios de Imbé e Tramandaí.

O Mopert é executado pela Prefeitura de Imbé; Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento/Governo Federal, com coordenação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Pesca, Proteção Animal e Agricultura (SEMMAPA), de Imbé. A Coordenação Técnico-Científica é de responsabilidade do CECLIMAR/CLN/UFRGS. Compõe o Grupo de Trabalho do Projeto: CECLIMAR/CLN/UFRGS, Associação Sulina de Crédito e Assistência Rural – ASCAR/EMATER-RS; Prefeitura de Imbé; Prefeitura de Tramandaí; Instituto de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – IBAMA; PATRAM Brigada Militar; Colônia de Pescadores de Imbé Z-39; Colônia de Pescadores de Tramandaí Z-40; Sindicato dos Pescadores de Tramandaí e Agência da Capitania dos Portos de Tramandaí.

Foto Ivan Andrade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *