Mesmo com situação caótica, hospitais do Litoral ficam fora de lista de distribuição de medicamentos

Verdade ou não, em plena pandemia, com 11 leitos de UTIs fechados por falta de medicamentos, o Litoral ficou de fora da lista de distribuição com os hospitais de Osório (seis UTIs fechadas) e Torres (cinco UTIs fechadas).
Neste momento existe apenas uma vaga para pacientes em estado grave, no hospital de Capão da Canoa.

O Litoralmania publicou no dia de ontem que o exército transportava carga de anestésicos comprados do Uruguai para suprir a falta em hospitais gaúchos.

A expectativa de todos era de que a medicação suprisse os problemas de nossas casas de saúde.

Mas, na manhã deste sábado (18), uma informação trazida pelo radialista Lucas Filho, da Rádio Jovem Pan News, pegou a todos de surpresa.

Dos 24322 medicamentos enviados pelo ministério da saúde, apenas 35 virão para o litoral, mais especificamente para Tramandaí.

Procurado pela reportagem da rádio, o diretor de patrimônio do Hospital São Vicente de Paulo de Osório, Marcos Oliveira, relatou que foram comunicados que os medicamentos são apenas para hospitais de gestão direta do estado, os chamados 100% SUS.

Rogério Bernardes
Litoral Mania

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *