Médico envolvido em acidente com morte de adolescente de Tramandaí na freeway é indiciado

Leandro foi indiciado por homicídio culposo com qualificadora de dirigir sob efeito de álcool ou outras drogas e também por tripla lesão corporal

A Polícia Civil indiciou nesta terça-feira (9) o médico envolvido no acidente que resultou na morte da adolescente Bárbara Andrielli Mendes de Moraes, 15 anos, no domingo de carnaval em Santo Antônio da Patrulha. Leandro Toledo de Oliveira foi indiciado por homicídio culposo — com qualificadora de dirigir sob efeito de álcool ou outras drogas — e também por tripla lesão corporal.

O policial rodoviário federal que atendeu a ocorrência foi indiciado por prevaricação, que é quando um funcionário público deixa de realizar sua função.

Embora não tenha sido submetido ao teste do bafômetro no local do acidente, nem ao exame de sangue no hospital, o delegado Valdernei Tonete, da Polícia Civil, entendeu que possuía elementos suficientes para provar a embriaguez através do relato de testemunhas.

Leandro , 37 anos, atingiu por trás duas motocicletas enquanto conduzia uma caminhonete BMW X5 no km 31 da freeway. Nas duas motocicletas, estavam Bárbara, o pai e a mãe dela e um amigo da família. Todos sofreram ferimentos graves, mas a adolescente morreu a caminho do hospital. Os outros três estão em casa, mas impossibilitados de trabalhar por conta das múltiplas fraturas que sofreram.

A ocorrência só foi registrada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Polícia Civil na quarta-feira (6), às 16h54min. A PRF informou que deverá concluir o procedimento interno que pode resultar em processo administrativo na próxima semana.

A defesa de Leandro informou que só irá se manifestar após notificação oficial do indiciamento.

Rádio Gaúcha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *