Mãe de adolescente de Tramandaí morta em acidente na Freeway recebe alta

Rosângela Lopes Mendes foi atropelada por carro conduzido por médico no domingo de Carnaval

Dezenove dias após o acidente que matou a filha de 15 anos, na Freeway, a mãe da jovem Bárbara Andriélli Mendes de Moraes recebeu alta do Hospital Cristo Redentor, em Porto Alegre. Rosângela Lopes Mendes está retornando para Tramandaí, onde mora com o marido e os filhos, na tarde desta sexta-feira (22).

A Polícia Civil está investigando as circunstâncias do acidente e ouviu diversas testemunhas. O delegado Vanderlei Tonete ainda pretende ouvir o médico antes de encerrar o inquérito. O homem estava com a Carteira Nacional de Habilitação suspensa desde 2015.

Além do médico, os policiais rodoviários que atenderam a ocorrência estão sendo investigados. O acidente com morte só foi registrado na Polícia Civil 85 horas depois. Além disso, os agentes não submeteram o médico ao teste do bafômetro. Segundo a PRF, o exame não foi realizado porque Oliveira estava com um colete cervical.

O advogado do médico, Guilherme Volante, alega que Oliveira não sabia da suspensão da CNH, pois não foi notificado corretamente. Ele também garante que o médico não estava bêbado na noite do acidente e estava se deslocando para o trabalho.

Gaúcha ZH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *