IMBÉ CONFIRMA PRIMEIRO CASO DE ZIKA VÍRUS DE SUA HISTÓRIA 🪰⚠️

Destaque Geral Imbé
A Secretaria Municipal de Saúde de Imbé (SMS), através do Departamento de Vigilância Ambiental, confirmou nesta quinta-feira (12) o primeiro caso de zika vírus, doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, em toda a sua história. De acordo com a coordenadora de Vigilância Ambiental do município, Halina Borba, o caso foi confirmado em uma mulher de 35 anos, que passa bem, sem sintomas graves e já curada.
Por conta da situação cada vez mais crítica envolvendo as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti – como dengue, chikungunya e zika vírus, o governo municipal passa a emitir, a partir de hoje, um boletim informativo semanal, através das redes oficiais de comunicação do município, com dados atualizados da doença na cidade, a exemplo do que já ocorre com os casos de Covid-19. O “Boletim Semanal da Dengue”, como será chamado, vai apresentar os números de casos de dengue, chikungunya e zika vírus, assim como o número de suspeitos, hospitalizados e possíveis óbitos.
Para auxiliar no combate ao Aedes aegypti, é crucial manter a atenção com recipientes que possam acumular água em casa, assim como piscinas sem tratamento e vasos de plantas, que podem ser foco para o mosquito reproduzir suas larvas. “Cuide e mantenha sempre cobertas as caixas d’água, lave bem os potes de água dos cachorros e lembre-se que o cuidado começa nas nossas casas”, alertou Halina.
Ao sinal de qualquer sintoma relacionado à dengue, chikungunya ou zika vírus, procure o ESF do seu bairro ou a Policlínica de Saúde 24 Horas.
———————————–
📝 TEXTO: José Luiz Filho
📸 ARTE: Maurício Marques

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.