Estudantes gaúchos desenvolvem aplicativo voltado à sustentabilidade

Estudantes da escola estadual Otávio de Souza, no bairro Jardim Botânico, em Porto Alegre, desenvolveram o projeto de um aplicativo destinado a ensinar o usuário a diminuir os danos ambientais com soluções caseiras simples, que podem reduzir o custo de contas de luz e água, por exemplo, beneficiando a economia familiar.

Com o protótipo do app Empreendimentos Sustentáveis, os alunos conquistaram o terceiro lugar na Olimpíada Nacional de Aplicativos (Onda), organizado pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs). Eles receberam a premiação no Laboratório de Estudos Avançados Multidisciplinares, no Polo da Universidade Aberta do Brasil, em Gramado.

Gabriele Sparremberger, Pedro Braga e Nathan Castiglio foram os estudantes do segundo ano da Otávio de Souza que representaram a escola na competição. “Entramos na cara e na coragem e fomos evoluindo muito. Hoje penso em entrar em outros projetos porque vejo que podemos chegar muito longe”, diz Gabriele.

Nos menus do app Empreendimentos Sustentáveis, o usuário pode conhecer, por exemplo, soluções para a produção de microenergia eólica, como funciona o processo de captação de energia com painéis solares e como captar água da chuva e de poços artesianos. Como o app premiado ainda está em fase de construção, em breve ele será disponibilizado ao público.

Professor de Química e orientador do projeto, João Paulo dos Santos acredita que o incentivo à produção de materiais tecnológicos traz consequências positivas para os alunos: “A gurizada fez um baita trabalho e nunca pensou em desistir. O objetivo agora é tentar realizar projetos com mais alunos”, completa.

Seduc

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *