Estudantes de Tramandaí são premiados no Concurso Arte com Energia 2021

Iniciativa teve 4.800 participantes e premiou 31 trabalhos realizados por alunos de escolas públicas

Os alunos Pietro Francisco Hensel da Silva, do 1º ano, Inaê Hensel da Silva, do 3º, e Lya Scrinz Peterson, do 7º,  da Escola Jorge Enéas Sperb, estão entre os 31 premiados dos 4.800 inscritos do Concurso Arte com Energia 2021, do programa EDP nas Escolas. O convite foi feito para escolas públicas do  1º ao 9º ano do ensino fundamental de nove estados brasileiros, chamando os estudantes para  expressarem suas impressões sobre o futuro do planeta sob a perspectiva socioambiental.

Os alunos e seus professores vencedores, Aline, Márcia Clezar de Lemos e Ivoniz Oliveira de Souza, serão premiados com um tablet. Neste ano, o concurso teve como tema “Mudanças Climáticas: Nossa Energia para fazer a diferença”. Os alunos puderam demonstrar seu olhar sobre o tema por meio de fotografias de obras de arte, ações ambientais e paisagens. Os trabalhos foram avaliados por 21 jurados que atuam em áreas como fotografia, educação, meio ambiente e cultura.

“A arte pode despertar o olhar e a consciência em todos nós. Tivemos ótimos trabalhos nessa edição do concurso. Para além de premiados, podemos dizer que todos os estudantes foram vencedores, pois conseguiram ampliar seu conhecimento, exercitar sua criatividade e se desafiar”, destaca Paulo Ramicelli, assessor de diretoria do Instituto EDP, organização que coordena as ações ocioambientais da EDP e EDP Renováveis.

Trabalhos vencedores locais do Concurso Arte com Energia 2021

 

Cidade

Escola

Obra

Aluno

Professor

1º ano

Tramandaí/RS

EMEF Jorge Enéas Sperb

Plantando Esperança

Pietro Francisco Hensel da Silva

Aline Souza

3º ano

Tramandaí/RS

EMEF Jorge Enéas Sperb

Inaê Semeadora

Inaê Hensel da Silva

Márcia Clezar de Lemos

7º ano

Tramandaí/RS

EMEF Jorge Enéas Sperb

Mãos do Mundo

Lya Scrinz Peterson

Ivoniz Oliveira de Souza

Sobre o IEDP

Desde que foi fundado em 2009, o Instituto EDP investiu mais de R$ 100 milhões em projetos socioculturais, que beneficiaram cerca de três milhões de pessoas, em cerca de 400 programas espalhados por todo o País. Somente em 2020, iniciativas apoiadas pela organização favoreceram 96,5 mil moradores das comunidades do entorno das áreas de atuação da Companhia. O Instituto EDP tem como responsabilidade estruturar os investimentos e as iniciativas sociais da EDP em frentes ligadas à valorização da Língua Portuguesa, à educação, ao desenvolvimento local com geração de renda, ao empreendedorismo e ao voluntariado, por meio do esporte, cultura e saúde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *