Estado destinará todo o estoque de Coronavac para primeira dose do público de seis a 11 anos

Destaque Geral Imbé Tramandaí

A Secretaria da Saúde (SES) destinará todas as vacinas contra a Covid-19 da Coronavac que estejam em estoque no Estado e nos municípios para a aplicação imediata em crianças de seis a 11 anos, utilizando-as como primeira dose (D1). A pactuação foi realizada em reunião extraordinária da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) no fim da tarde desta terça-feira (26/1), após o Ministério da Saúde garantir durante a assembleia do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass) a distribuição de vacinas suficientes para a segunda dose (D2).

Segundo a secretária da Saúde, Arita Bergmann, a ação significa a disponibilidade de 605 mil doses, atingindo 60% do público estimado para a faixa etária. A vacina Coronavac, na dosagem de 0,5 ml, é usada na imunização de adultos e crianças, o que possibilita a utilização dos estoques nos municípios. O intervalo entre as duas doses no esquema vacinal infantil é de 28 dias, igual ao dos adultos.

O presidente do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul (Cosems/RS), Maicon Lemos, ressalta que “se trata de uma decisão muito importante, pois será possível avançar significativamente em uma primeira dose de imunização em um público que está, neste momento da pandemia, em número muito elevado, e é fundamental e estratégico imunizar este grupo”.

Conforme dados da SES, mais de 27.322 doses de vacina contra a Covid-19 de uso pediátrico (Pfizer e Coronavac), para crianças entre cinco e 11 anos, foram aplicadas em municípios do Rio Grande do Sul.

Texto: Neemias Freitas/Ascom SES
Edição: Secom