Equipe de Judô do IFRS – Campus Osório conquista 21 medalhas

A equipe de Judô do IFRS – Campus Osório retornou de Campo Bom com 21 medalhas, além de um troféu de 4º lugar no ranking de equipes da Divisão de Acesso da Federação Gaúcha de Judô. A Super Copa Júlia Padilha reuniu 600 atletas no sábado, 30 de março, no Ginásio do CEI. Os pontos obtidos na competição valem para o circuito estadual, sendo que, para a categoria sub18, a disputa contou como Campeonato Estadual e os pontos serão encaminhados para o Ranking Nacional.

Na divisão de acesso, cinco medalhas de ouro foram conquistadas por Giane Santos (veterano), Isadora Sana (Sub18), Erick Rodrigues (sub18), Andrei Wichrestink (veterano) e Thiago Ferreira (sênior). Os atletas Emanuel Moro (mirim), Rossano Desini (veterano), Gabriel Eduardo Schmidt (sub18) e Matheus Renan Machado (sênior) ganharam condecorações de prata. Já as honrarias de bronze foram obtidas por Maicon Cardoso (sênior), Lucas Correa (sênior), Coraldino Fernandes (veterano), André Luiz de Souza (mirim) e Taylan da Costa (sub15).

Em relação à divisão principal, as quatro medalhas de prata foram conquistadas por Gustavo dos Santos (sênior), Fabio Junior Garcia (sênior) e João Gabriel Garcia (sub21). As condecorações de terceira colocação foram dadas a Fabio Junior Garcia (veterano), Gustavo dos Santos (sub18), Juan Patric Dias (Sênior) e Jair José Machado (veterano).

Também participaram do evento os atletas Bruno Mauss (sênior), Gustavo Novaski (sub18), Luiz Rafael Muniz (sub18), Rafael Camargo (sub18) e Lorenzo Félix Machado (sub15).

O responsável técnico, Felipe Parisoto, destacou o incentivo da instituição que, desde fevereiro de 2019, é filiada à Federação Gaúcha de Judô: “Por meio da política de extensão do IFRS e do diálogo com a comunidade, a meta é a unificação e o desenvolvimento da modalidade no litoral norte”.

Atualmente, a equipe do IFRS conta com a parceria da Equipe de Judô Bons Ventos (Osório) e Dojô Rocha (Tramandaí). Os auxiliares técnicos do grupo são Adilson Vaqueiro e Mateus Rocha.

Sobre a copa

O nome da copa recebeu o nome de Júlia Padilha em tributo a judoca, que faleceu no fim de 2018, aos 21 anos. A atleta era de Caxias do Sul e treinava no Recreio da Juventude. “Ela era uma atleta muito querida e que participou de diversas competições nossas. Fazemos essa singela homenagem em honra de seu esforço e dedicação junto conosco ao longo desses anos”, destacou o presidente da FGJ, César Cação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *