Com bandeira preta, Operação Te Cuida RS fiscaliza quase 800 locais entre sábado e a madrugada de domingo

Nas primeiras 24 horas completas de vigência da bandeira preta do Distanciamento Controlado em todo o RS, no sábado (27/2), o número de fiscalizações em estabelecimentos pela Operação Te Cuida RS chegou a 789. O salto no total de vistorias reflete a intensificação das ações. Além de verificar o cumprimento da suspensão de atividades a partir das 20h até as 5h, foram dadas orientações para o cumprimento dos protocolos da bandeira preta.

Também houve aumento considerável no número de denúncias. Os registros da Brigada Militar (BM) contabilizaram 322. Na sexta-feira (26), foram 185. A BM ainda anotou 126 ocorrências para dispersão de aglomerações e 15 encerramentos de festas clandestinas.

Em Farroupilha, na localidade de Linha Caçador, as forças de segurança desmobilizaram uma festa com 50 pessoas. Uma mulher de 25 anos, organizadora do evento, foi autuada em termo circunstanciado pelo artigo 268 – infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa. Na mesma cidade, no bairro Capela Santo Inácio, foi encerrada outra festa clandestina com cerca de 20 pessoas, e uma mulher de 26 anos, dona da residência, também foi autuada.

Rondas e abordagens da Operação Te Cuida RS resultaram ainda, conforme dados da BM, na recaptura de dois foragidos. Ao longo do sábado, foram abordadas para orientação sobre as normas de prevenção contra a Covid-19 um total de 2.018 pessoas. A Polícia Civil contabilizou 42 detidos por descumprimento de medidas restritivas relacionadas ao combate da pandemia em delegacias no Estado.

TeCuidaRS dom 1
Festa clandestina interrompida no interior de Farroupilha reunia 50 pessoas – Foto: Divulgação SSP

No Litoral Norte, a BM realizou 265 ações de fiscalização em bares, lojas, restaurantes e quiosques à beira-mar, sendo que 166 estavam contrariando os decretos de restrições – descumprimento do horário de suspensão de atividades entre 20h e 5h ou funcionamento em desconformidade com os protocolos da bandeira preta.

As fiscalizações ocorreram em Capão da Canoa, Xangri-lá, Tramandaí, Imbé, Arroio do Sal, Torres, Osório, Santo Antônio da Patrulha e Tavares. Participaram efetivos da BM, Polícia Civil, Instituto-Geral de Perícias (IGP), Corpo de Bombeiros Militar (CBMRS), Departamento Estadual de Trânsito (DetranRS) e órgãos de vigilância municipais.

Desde as primeiras horas da manhã de sábado, as praias de todo o litoral gaúcho estão com bandeiras pretas nas guaritas de guarda-vidas e na faixa de areia, instaladas pelos bombeiros. A sinalização, normalmente utilizada para indicar o risco de morte em determinados pontos do mar, passou a indicar a proibição de permanência na faixa de areia, em dunas e no calçadão das orlas, conforme determinam os protocolos da bandeira preta. Apenas caminhadas e a prática de exercícios estão permitidos. O banho de mar, por período não prolongado, também está liberado, mas não é recomendado porque obriga os guarda-vidas a abandonarem a atividade de orientação na praia para monitorar os banhistas na água.

Guarnições do CBMRS, da BM e agentes da Polícia Civil realizaram centenas de abordagens nas praias para orientar os veranistas. A BM utilizou um drone para ampliar o alcance de visualização da orla e a Polícia Civil realizou sobrevoos com helicóptero. No fim da tarde de sábado (27), as imagens comprovavam o esvaziamento das faixas de areia.

As ações da Operação Te Cuida RS terão continuidade neste domingo (28), com atenção especial para coibir possíveis aglomerações em razão da primeira partida da final da Copa do Brasil, entre e Grêmio e Palmeiras, às 21h, na Arena, em Porto Alegre. O jogo, inicialmente marcado para as 16h, foi transferido para horário noturno de forma a facilitar a fiscalização, uma vez que bares e pubs que costumam transmitir as partidas em telões devem estar fechados a partir das 20h.

A Operação Te Cuida RS determinou a ocupação antecipada de locais em que possam ocorrer aglomerações, como o entorno do estádio, parques e praças. Desde o início da tarde, pelotões da BM estão se posicionando e esvaziando o perímetro. Também haverá circulação de guarnições em outros pontos tradicionais de comemoração na capital. O mesmo vale para todos os municípios gaúchos.

Texto: Carlos Ismael Moreira/Ascom SSP
Edição: Marcelo Flach/Secom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *