Cavalgada do Mar se inicia em Torres no dia 3 de fevereiro

A abertura oficial da 34ª Cavalgada do Mar ocorreu nesta quarta-feira (10) no Galpão Crioulo do Palácio Piratini. A edição de 2018 começa no dia 3 de fevereiro, quando os cavalarianos sairão de Torres com destino ao Balneário de Dunas Altas, localizado em Palmares do Sul. A previsão de chegada está prevista para 10 de fevereiro.

O governador José Ivo Sartori destacou a integração que a cavalgada promove. “Chama a atenção porque é uma atividade histórica e tradicional que acontece numa época em que gaúchos e turistas estão no Litoral. Então, esse encontro ajuda a divulgar e preservar a nossa cultura”.

A estimativa do presidente do Instituto Cavalgada do Mar, Luiz Eduardo Amaro Pellizzer, é de que 5 mil cavalarianos e apoiadores participem ao longo de todo o trajeto. Serão quase 300 quilômetros pelo Litoral do Rio Grande do Sul.

Além de gaúchos, devem participar cavalarianos de outros estados e países. “São 34 anos levando a bandeira do Rio Grande. É uma rota cultural fantástica, na qual o cavalo teve uma participação decisiva na conquista desse território. Os veranistas sempre nos homenageiam, mostrando o orgulho que o gaúcho sente pela sua história e seu povo”, disse Pellizzer. Segundo ele, a Cavalgada do Mar está no Livro dos Recordes (Guinness Book) como o maior evento festivo do homem a cavalo do mundo.

Também participaram do almoço de abertura a secretária do Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos, Maria Helena Sartori; o chefe da Casa Civil, Fábio Branco; o secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo; o secretário adjunto da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, André Kryszczun; o comandante-geral da Brigada Militar, coronel Andreis Silvio Dal’Lago; o presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Claudio Lamachia; o presidente da Famurs (Federação das Associações de Municípios do RS), Salmo Dias de Oliveira; o prefeito de Torres, Carlos Alberto Matos de Souza; o prefeito de Pinhal, Edmilson Pelizari, além de outras autoridades.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *