Capão da Canoa e Xangri-lá formalizam acordo para esterilização de animais

Com a medida, será solucionado um problema histórico na região, promovendo o cuidado com os animais e melhoria na saúde pública

O prefeito de Capão da Canoa, Amauri Magnus Germano, e o Prefeito de Xangri-lá, Cilon Rodrigues, firmaram um convênio entre os dois municípios para iniciar o processo de esterilização de animais domésticos. A assinatura da parceria aconteceu na manhã de sexta-feira (03) junto aos grupos de protetoras dos animais da região e de servidores da Secretaria de Saúde de Capão, além de representantes jurídicos.

Para inibir o aumento desordenado dessa população e o consequente abandono dos animais, as Prefeituras de Capão e Xangri-lá promoverão ações de incentivo à guarda responsável e à castração cirúrgica. Além de ser uma importante forma de controle populacional, a esterilização de cães e gatos previne quase todos os tumores relacionados ao sistema reprodutor e a morte precoce causada por doenças nas mamas, útero e próstata, melhorando a qualidade de vida do animal.

O prefeito de Capão da Canoa, Amauri Magnus Germano, afirma que com o controle populacional de animais abandonados, além de ser um ato de carinho e cuidado com os animais errantes, também é uma questão de saúde pública. “Através da esterilização de animais poderemos promover um melhor controle das zoonoses e garantir uma existência digna para estes animais”, declara.

Estatísticas

A perspectiva nacional de abandono de animais assusta. A Organização Mundial da Saúde (OMS) calcula que no Brasil existem mais de 30 milhões de animais nas ruas das cidades. Destes, 20 milhões são cachorros. Nos grandes centros, a estimativa da OMS é de que para cada cinco moradores, haja um cão, e 10% destes animais estão abandonados.

_

Matéria e fotos: Bernardo Zamperetti

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *