Bombeiros realizam ação social para crianças em situação de vulnerabilidade

Os alunos dos cursos de formação em andamento na Academia de Bombeiro Militar (ABM) do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Sul (CBMRS) se uniram nos primeiros dias de outubro para arrecadar brinquedos, alimentos e roupas para uma ação especial. As doações foram entregues para centenas de famílias na manhã desta terça-feira (12/10), em comemoração ao Dia das Crianças.

Os produtos arrecadados foram destinados às famílias residentes na Vila São Pedro, em Porto Alegre. Além dos alunos, bombeiros militares de diversos setores contribuíram com a campanha. A ação também contou com a participação de pessoas físicas, empresas e entidades parceiras, como GG Concursos, M Tavares Serviços Médicos, Meioeste Ambiental, Associação dos Oficiais da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do RS, Associação de Bombeiros do Estado do Rio Grande do Sul e Condomínio Terra Nova Nature.

Ao todo, a ação solidária arrecadou aproximadamente R$ 10 mil, revertidos em 1.200 brinquedos, mais de 200 cestas básicas e cerca de 400 kits de doces e roupas, que foram integralmente destinados à comunidade.

A arrecadação garantiu doações que atenderam todas as famílias da vila com, ao menos, uma cesta básica e possibilitou que todas as crianças recebessem ao menos um brinquedo no seu dia. Dessa forma, os militares do CBMRS propiciaram um Dia das Crianças mais feliz para os membros da região e, em especial, às crianças da localidade.

Atualmente, a Academia de Bombeiro Militar está formando novos alunos-oficiais (futuros capitães), além de alunos-soldados, alunos-sargentos e alunos-tenentes. O lema da ABM é “educando para salvar e proteger”, e essa ação social demonstra a vocação dos bombeiros, dedicados ao benefício de toda a sociedade.

Para a aluna-oficial Betina Justo Martins, a ação social desta terça-feira foi uma experiência única. “Poder contribuir com o bem estar da comunidade, para mim, é motivação. Fazer parte do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul é mais do que um sonho, é uma honra. Vendo as crianças hoje, lembrei de mim. Há 17 anos era eu, uma criança sonhadora, fazendo parte do “Salva-Vidas Mirim”. Hoje, sou aluna-oficial, uma futura capitã. Sou o exemplo vivo que esse tipo de ação impacta, sim, o futuro de uma criança”, enfatizou a cadete.

Texto: ABM/CBMRS
Edição: Lurdinha Matos/SSP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *