Ato contra revogação da Lei da Pesca de Arrasto mobilizará lideranças do setor no próximo sábado em Imbé

Acontece nesse sábado, dia 17 de agosto, às 10h, em Imbé, uma grande mobilização contra a tentativa de revogação da Lei Estadual 15.223/2018, que instituiu a Política Estadual de Desenvolvimento Sustentável da Pesca, com a principal determinação de que a pesca de arrasto de fundo, que antes acontecia dentro das três milhas da costa, só possa ser realizada além das 12 milhas náuticas (22 km). Lideranças do setor, pescadores, políticos, Comando Ambiental da Brigada Militar, Fórum da Pesca do Litoral Norte, sindicatos da categoria, veículos de imprensa, Emater, Ceclimar/UFRGS e prefeitos, além da população em geral, são aguardadas para o ato que ocorrerá na Barra do Rio Tramandaí, próximo à beira-mar da cidade.

A legislação, aprovada pela Assembleia Legislativa gaúcha em setembro de 2018, é defendida pelo prefeito de Imbé. Pierre Emerim é crítico à tentativa do presidente da República, Jair Bolsonaro, de revogar a lei para beneficiar a indústria pesqueira de Santa Catarina e prejudicar a pesca artesanal gaúcha que gera emprego e renda para milhares de famílias dos litorais Sul e Norte do Estado. “Não vamos abrir mão de defender os nossos pescadores e o ecossistema. A lei é correta e veio para ficar. A união é que vai nortear o sucesso da nossa empreitada, independentemente de partido A ou B. A nossa causa é contra o arrasto, essa pesca predatória, e é isso que iremos defender”, afirmou Pierre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *