ARROIO DO SAL: HOMEM QUE MATOU COMPANHEIRA AO TERMINAR RELACIONAMENTO É DENUNCIADO POR FEMINICÍDIO

Nesta sexta-feira, 13, o Ministério Público apresentou denúncia contra Brendon Henrique da Silva Mechelewski pelo feminicídio de sua ex-companheira, Ingrid Priscila Almeida Marques. Conforme a denúncia, assinada pelo promotor de Justiça Criminal de Torres Márcio Roberto Silva de Carvalho, o crime foi cometido por motivo torpe, mediante recurso que impossibilitou a defesa da vítima e contra mulher por razões da condição de sexo feminino.

Ingrid foi morta com um tiro na cabeça pouco depois da meia-noite de 30 de novembro deste ano em Arroio do Sal. Após terminar o relacionamento com Brendon, ela voltou, acompanhada pela irmã, à casa onde moravam juntos para pegar seus pertences. Quando Ingrid entrou na residência, deparou-se com o ex-companheiro, armado, que a chamou de “vagabunda”, encostou uma arma em sua testa e atirou, o que a matou na hora, em frente à filha do casal, que presenciou o crime.

O motivo do assassinato é considerado torpe em virtude do sentimento de posse que o denunciado nutria pela vítima, que estava terminando o relacionamento. O crime foi praticado mediante recurso que impossibilitou a defesa de Ingrid, que foi surpreendida com o disparo de arma de fogo. Ainda, trata-se de um feminicídio, pois consumado em razão da condição de sexo feminino e em contexto de violência doméstica e familiar, pois ambos constituíam um casal e, inclusive, possuem uma filha em comum.

Brendon também deverá responder por tráfico de drogas, pois foram encontradas, junto com ele, porções de maconha e cocaína prontas para venda. Ele foi preso preventivamente três dias depois do feminicídio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *