Alunos da rede municipal de Tramandaí terão aulas de educação financeira

Muitas pessoas se questionam se estão ou não sabendo gerenciar seu dinheiro. Isso é muito comum quando começamos a receber nosso próprio salário, não sabemos como organizar nossos gastos. O primeiro instinto é gastar tudo naquilo que você sempre quis – um novo computador, roupas, uma viagem.

No entanto, saber se planejar financeiramente, de acordo com sua realidade, é essencial para não enfrentar problemas.

Isso é a educação financeira. Ela auxilia as pessoas a desenvolverem as habilidades necessárias para tomar melhores decisões sobre sua renda, cuidando o que recebe, gasta ou investe do melhor jeito possível. Aprender sobre a educação financeira pode trazer muitos benefícios e evitar muito estresse.

Observando estes princípios, o novo Referencial Curricular de Tramandaí, à luz da Base Nacional Comum Curricular, classifica a educação financeira e a educação para o consumo, como habilidades obrigatórias entre os componentes curriculares.

Esse é um importante marco para o tema e, principalmente, para o futuro das famílias tramandaienses, pois a educação financeira é um passo fundamental para que se repense os hábitos de consumo, criando uma sociedade mais saudável finaceiramente e realizadora de objetivos.

Com a homologação da Educação Financeira na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental, o Brasil inicia uma nova era na educação brasileira, inserindo esta como tema no currículo escolar para alcançar um nível de excelência na formação de cidadãos educados, saudáveis e sustentáveis financeiramente.

A disseminação da educação financeira gera empoderamento, já que se passa a administrar seus recursos de forma consciente e sustentável. Aprendem a priorizar seus sonhos, frente aos gastos. E essas mudanças não dependem da utilização de planilhas e calculadoras, e sim de novos hábitos e comportamentos, que inclusive as crianças podem aprender.

No novo currículo municipal, é indicada a abordagem de conceitos básicos de economia e finanças, como taxas de juros, inflação, aplicações financeiras (rentabilidade e liquidez de um investimento) e impostos, além do uso consciente de recursos naturais, como a energia elétrica, entre outros conceitos.

E é com muita alegria que a Prefeitura Municipal de Tramandaí, através da Secretaria Municipal de Educação e Cultura lança nesta noite o Programa Oficina das Finanças na Escola.

Os livros “Oficina das Finanças na Escola” que serão entregues no projeto, não são apenas livros, mas compõem um grande programa de Educação Financeira, de autoria das pesquisadoras deste tema no contexto educacional, Carolina Simões Lopes Logocki e Silvana Maria Silva Iunes.

Segunda a Educadora Matemática, Doutora Onoris Causa da Universidade de Brasília, Nilza Eigenheer Bertoni, “concebida por uma dupla de especialistas em educação financeira e matemática, com décadas em formação de alunos e professores, a obra dá mostras da competência no tema e de primor didático. Ela representa um apoio essencial para o desenvolvimento dessa faceta da educação”.

Em um primeiro momento, o projeto de Educação Financeira será implantado nas Escolas General Luiz Dêntice, Cândido Osório da Rosa e Erineo Scopel Rapaki, em turmas de 5º ano do EF, atendendo um total de153 alunos.
O lançamento do projeto será realizado hoje (19/03), às 17h30min, na unidade do SENAC de Tramandaí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *