“Ação Alô Social” conecta mulheres em situação de violência doméstica

Nesta quinta-feira (05), a 1ª Delegacia de Polícia Especializada no Atendimento à Mulher (1ª Deam) de Porto Alegre promoveu o lançamento da “Ação Alô Social”, um projeto de conectividade da CUFA – Central Única das Favelas e a Operadora TIM.

O objetivo é conectar mulheres em situação de violência doméstica por meio de canais de acesso à Deam ou à Brigada Militar, em casos de reincidência de infrações penais ou para as mulheres que estão participando do Programa Mediar.

Este é um programa inédito na Polícia Civil e que contribuirá de maneira significativa para o combate à violência doméstica e familiar, uma vez que muitas vítimas não possuem condições financeiras para manter uma linha telefônica e acabam perdendo o acesso à rede de proteção, ficando ainda mais vulneráveis e presas ao ciclo da violência.

O chip dará acesso 24 horas ao aplicativo Whatsapp gratuito (disponível na PlayStore), ligações ilimitadas para qualquer operadora, 1GB de internet livre, acesso a conteúdos de educação, negócios e cultura. O benefício terá validade de 6 meses.

O lançamento da Ação Alô Social ocorreu às 14h, na Deam de Porto Alegre, e contou com a participação da Diretora da Divisão de Proteção e Atendimento à Mulher, delegada Tatiana Bastos, mulheres vítimas contempladas pelo projeto e demais servidores da Delegacia Especializada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *