7ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL EM IMBÉ

A Prefeitura de Imbé, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SMDS) e do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, realizou nessa quinta-feira (26) a 7° Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional. Em um auditório bastante disputado na sede da Associação dos Funcionários Públicos Municipais de Imbé (AFUMI), a atividade abordou o tema “Segurança Alimentar: pela vida saudável e contra a fome e a miséria”.

O objetivo do evento foi avaliar a política de segurança alimentar em Imbé, analisando os processos realizados e apontando diretrizes futuras, além de outras discussões, como a inserção do município no Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (SISAN). O sistema tem como principal objetivo a organização das ações na área da segurança alimentar e nutricional e a articulação entre o poder público e a sociedade civil para a gestão de políticas públicas voltadas à alimentação.

O prefeito Pierre Emerim destacou o atual esforço da administração para garantir alimentação com qualidade para os milhares de alunos da rede pública municipal de ensino. Alguns deles, inclusive, têm a refeição escolar como a principal do dia. “Quando assumimos a Prefeitura, em 2013, nosso sonho era dar dignidade para todas as crianças que frequentam as escolas do Imbé. Se a gente pode comer uma comida de qualidade porque elas não podem também comer?”, relembrou o prefeito.

Ele lembrou que em gestões passadas havia atrasos por parte dos fornecedores porque o município estava inadimplente com a quitação dos pagamentos relacionados à compra de merenda. “Lembro que tivemos que adiar o início das aulas, em janeiro de 2013, porque não havia comida disponível, nem ao menos um pacote de massa, não tinha nada para iniciar. Tive que dar até o meu CPF pessoal no mercado para comprar comida aos alunos porque o município não podia. Logo que colocamos as contas em dia, passamos a dar alimentos de qualidade através do excelente trabalho da nossa equipe do Setor de Nutrição”, contou. “Temos muito orgulho de dizer que em nosso município os alunos têm uma alimentação de qualidade e digna para aqueles que têm na escola talvez a única refeição completa no dia. Nós, como gestores, faremos todos os esforços para adquirir alimentos com qualidade, sempre”, ressaltou Pierre.

De acordo com a nutricionista da SMEC, Andréia Libano, a segurança alimentar é um assunto que precisa ser amplamente discutido. “Precisamos ter qualidade nutricional nos alimentos e é isso que buscamos dentro da alimentação escolar. Os professores e as escolas fazem projetos para mudança de hábitos alimentares e nós apoiamos essas atitudes, mostrando a importância desse procedimento”, destacou. “O município atua muito no trabalho de combate à desnutrição. Também temos casos de obesidade e nos preocupamos com quadros de má nutrição. Precisamos ter uma alimentação de qualidade e nosso município investe bastante nesse tema”, disse a nutricionista.

O evento contou com a participação da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC) e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Pesca e Agricultura (SEMMAPA), além do escritório da EMATER em Imbé e de membros da sociedade civil e do poder público.

Ronaldo Berwanger

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *