ūüĒī URGENTE : LITORAL NORTE PASSA PARA BANDEIRA VERMELHA

Com n√≠veis de hospitaliza√ß√£o por Covid-19 e de interna√ß√Ķes em leitos de UTI que n√£o eram registrados no m√≠nimo h√° dois meses, o mapa preliminar da 28¬™ semana do Distanciamento Controlado, divulgado nesta sexta-feira (13/11), tem 11 regi√Ķes do Rio Grande do Sul com classifica√ß√£o de bandeira vermelha, o que representa alto risco epidemiol√≥gico.

O n√ļmero de internados em leitos cl√≠nicos chegou, na quinta-feira (12/11), a 914 pacientes, aumento de 22% na compara√ß√£o com a semana anterior. Houve eleva√ß√£o de 14% de infectados por coronav√≠rus em UTI, o que provocou queda de 11% na disponibilidade de leitos para tratamento intensivo em toda a rede.

Com esse quadro, o indicador que mede a rela√ß√£o entre leitos de UTI livres e ocupados por Covid-19 no Estado recebeu bandeira vermelha, o que impactou as 21 regi√Ķes. As macrorregi√Ķes Metropolitana, Missioneira e Serra foram classificadas na bandeira preta (risco alt√≠ssimo) neste mesmo crit√©rio que mede a capacidade de atendimento dos casos que necessitam de tratamento intensivo.

O √ļnico indicador que n√£o apresentou eleva√ß√£o foi o de √≥bitos, com redu√ß√£o de 22%. As maiores varia√ß√Ķes foram em internados em leitos cl√≠nicos confirmados com Covid-19 (aumento de 22%) e registros de hospitaliza√ß√£o (crescimento de 17%).

Como consequ√™ncia ‚Äď e considerando outros indicadores espec√≠ficos ‚Äď, a 28¬™ rodada do mapa coloca em bandeira vermelha as regi√Ķes de Porto Alegre, Gua√≠ba, Canoas, Novo Hamburgo, Caxias do Sul, Cap√£o da Canoa, Santo √āngelo, Cruz Alta, Iju√≠, Santa Rosa e Passo Fundo.

Tr√™s √°reas da macrorregi√£o Missioneira (Santo √āngelo, Cruz Alta e Iju√≠) j√° estavam em bandeira vermelha na 27¬™ rodada. As regi√Ķes de Bag√© e Erechim, que estavam em amarela, agora se somam √†s outras oito √°reas do Estado em classifica√ß√£o de bandeira laranja.

Veja o mapa preliminar da 28ª rodada: https://distanciamentocontrolado.rs.gov.br

Das 21 regi√Ķes Covid, apenas Uruguaiana, Bag√© e Gua√≠ba n√£o aderiram ao sistema de cogest√£o do Distanciamento Controlado. As outras 18 adotam protocolos alternativos √†s bandeiras definidas pelo governo ‚Äď Santa Maria, Cap√£o da Canoa, Taquara, Novo Hamburgo, Canoas, Porto Alegre, Santo √āngelo, Cruz Alta, Iju√≠, Santa Rosa, Palmeira das Miss√Ķes, Erechim, Passo Fundo, Pelotas, Caxias do Sul, Cachoeira do Sul, Santa Cruz do Sul e Lajeado.

As regi√Ķes em cogest√£o classificadas em bandeira vermelha podem adotar regras de bandeira laranja, e as classificadas em laranja podem adotar protocolos de bandeira amarela, basta que enviem protocolos pr√≥prios adaptados √† Secretaria de Articula√ß√£o e Apoio aos Munic√≠pios (Saam).

Os planos regionais aprovados estão disponíveis em https://planejamento.rs.gov.br/cogestao-regional

Paralelamente aos pedidos de cogest√£o, o Estado aceitar√° pedidos de reconsidera√ß√£o √† classifica√ß√£o de risco, que podem ser feitos via associa√ß√£o regional por meio de formul√°rio eletr√īnico (pelo link¬†https://forms.gle/ELCmaiSScZMpTjCn6), no prazo m√°ximo de 36 horas ap√≥s a divulga√ß√£o do mapa preliminar ‚Äď at√© as 6h de domingo (15/11).

A adoção de protocolos alternativos não altera as cores do mapa definitivo, que será divulgado após análise dos recursos pelo Gabinete de Crise, na tarde de segunda-feira (16/11), por meio de notícia publicada no site do governo do Estado. A vigência das bandeiras da 28ª rodada começa à 0h de terça-feira (17/11) e se encerra às 23h59 de segunda-feira (23/11).

MUDANÇAS DE BANDEIRAS

Macrorregi√£o Metropolitana: de laranja para vermelha

Das seis regi√Ķes que integram a macrorregi√£o Metropolitana e onde se concentra a maior estrutura de atendimento, cinco √°reas ingressam em bandeira vermelha nesta 28¬™ rodada preliminar. Com 4.884 casos ativos nesta semana, Porto Alegre viu cair de 263 para 239 o n√ļmero de leitos de UTI livre nesse per√≠odo. A queda ocorre depois de o registro de pacientes Covid-19 em tratamento intensivo saltar de 242 para 276 de um monitoramento para o outro. Situa√ß√£o parecida foi registrada nos casos de s√≠ndrome respirat√≥ria aguda grave (SRAG) em UTI, que passou de 277 para 295 nesta semana.

Com dez leitos de UTI livres a menos do que na semana anterior (de 53 para 43), a regi√£o de Canoas registrou um salto de pacientes em tratamento intensivo tanto por Covid-19 (de 32 para 37) como por SRAG (de 47 para 62). Houve tamb√©m a interna√ß√£o de 58 pessoas em leitos cl√≠nicos por conta do coronav√≠rus na quinta-feira (12/11) ‚Äď h√° uma semana, eram 47 casos.

Igualmente impactada pela situa√ß√£o da macrorregi√£o, Novo Hamburgo retorna √† bandeira vermelha tamb√©m por conta do aumento na ocupa√ß√£o de leitos de UTI por Covid-19 ‚Äď de 28 para 36 pacientes nesta semana. Isso causou redu√ß√£o ‚Äď de 18 para 12 ‚Äď na oferta de leitos de UTI. Ao longo dos √ļltimos sete dias, Novo Hamburgo somou 64 registros de hospitaliza√ß√Ķes confirmadas pela doen√ßa, 20 pacientes acima do acumulado da semana anterior.

Tamb√©m com aumento acumulado em sete dias de registros de hospitaliza√ß√£o ‚Äď de 18 para 32 ‚Äď, a regi√£o de Gua√≠ba apresentou eleva√ß√£o de 13 para 17 pacientes Covid-19 em leitos de UTI, e de 21 para 23 pessoas por SRAG.

Cap√£o da Canoa tinha, na quinta-feira (12/11), apenas um leito de UTI livre (na semana anterior, eram quatro). A situa√ß√£o preocupa na medida em que a regi√£o aumentou o n√ļmero de pacientes internados por Covid-19 em leitos cl√≠nicos, de 15 para 20 entre uma semana e outra.

Caxias do Sul e Passo Fundo: de laranja para vermelha

Outras duas regi√Ķes que complementam as 11 em bandeira vermelha tamb√©m apresentaram avan√ßo em termos de ocupa√ß√£o de leitos de UTI. Na regi√£o de Caxias do Sul (Serra), o total de casos em tratamento intensivo por Covid-19 passou de 56 para 74 pacientes nesta semana, e por SRAG, de 81 para 90 casos. A regi√£o ainda apresentou um salto de interna√ß√Ķes cl√≠nicas: na quinta-feira (12/11), eram 73 pessoas, 20 a mais do per√≠odo anterior.

Em Passo Fundo (macrorregião Norte), o cenário é muito parecido. Por causa da Covid-19, a região tem 34 pessoas em UTI (antes, eram 29) e 49 ocupando leitos intensivos por SRAG (antes, eram 37 pacientes). Na quinta-feira (12/11), Passo Fundo reunia 60 pessoas infectadas pelo vírus em leitos clínicos: há uma semana, eram 52.

 

Santa Rosa: de laranja para vermelha

J√° com tr√™s regi√Ķes em bandeira vermelha na 27¬™ semana, a macrorregi√£o Missioneira agora inclui tamb√©m Santa Rosa em classifica√ß√£o de alto risco. Impactada pela situa√ß√£o estadual e macrorregional, Santa Rosa registrou avan√ßo nos registros de hospitaliza√ß√Ķes confirmadas por Covid-19 no acumulado de sete dias: nesta semana, foram 19 casos, e na anterior, dez. A regi√£o aumentou de 13 para 15 os leitos de UTI ocupados por pessoas com Covid-19.

Sem leitos livres de UTI na quinta-feira (12/11), Santo √āngelo segue vermelha depois de ver aumentar os casos em tratamento intensivo tanto por Covid-19 (de 17 para 20) e por SRAG (de 20 casos para 24). No acumulado de sete dias, a regi√£o subiu para 50 registros de interna√ß√Ķes pela doen√ßa, e na semana anterior, eram 43 hospitalizados.

Embora com pequena varia√ß√£o no acumulado de novas interna√ß√Ķes em leitos cl√≠nicos (no total desta semana foram 14 baixas, dois casos a mais), Cruz Alta segue com crescimento nos leitos de UTI. Por SRAG, foi de 12 para 14 pacientes em tratamento intensivo, e por Covid-19, de 10 para 11. Com isso, a regi√£o perdeu tr√™s leitos livres de UTI e disponibiliza sete unidades.

A regi√£o de Iju√≠ completa as quatro √°reas da macrorregi√£o Missioneira em bandeira vermelha e tamb√©m registrou aumento na ocupa√ß√£o de leitos de UTI. O total de pacientes com Covid-19 passou de seis para oito casos, e de SRAG, de sete para oito. A situa√ß√£o da regi√£o preocupa porque, no √ļltimo levantamento, eram 37 pacientes em leitos cl√≠nicos, e na semana anterior, 30.

 

Bagé e Erechim: de amarela para laranja

Com classifica√ß√£o de baixo risco na 27¬™ semana, duas regi√Ķes deixam a bandeira amarela nesta 28¬™ rodada preliminar tamb√©m por conta do avan√ßo da doen√ßa e da maior press√£o sobre a estrutura de atendimento.

Em Erechim, al√©m dos fatores estaduais, pesou o avan√ßo dos casos da doen√ßa que precisaram de hospitaliza√ß√£o. Na quinta-feira (12/11), 23 pessoas estavam em leitos cl√≠nicos ‚Äď na semana anterior, eram cinco. Mesmo com estabilidade no n√ļmero de pacientes em UTI de uma semana para outra, tanto por Covid-19 (seis pacientes nas duas semanas) e por SRAG (tamb√©m seis pessoas nas duas semanas), houve queda de 26 para 22 no total de leitos dispon√≠veis na regi√£o para casos mais graves.

Impactada pela classificação em bandeira preta da macrorregião Sul no indicador que mede a disponibilidade de leitos de UTI, Bagé ingressa na laranja pelo ligeiro aumento, de cinco para seis, de casos com Covid-19 em tratamento intensivo. Houve ainda um aumento de dois para quatro pacientes em leitos clínicos.

Regra 0-0

Conforme o mapa preliminar da 28¬™ rodada, 271 munic√≠pios (do total de 497) est√£o classificados em bandeira vermelha, somando 7.528.700 habitantes, o que corresponde a 66,5% da popula√ß√£o ga√ļcha (total de 11,3 milh√Ķes de habitantes).

Desses, 116 munic√≠pios (516.094 habitantes, 4,6% da popula√ß√£o ga√ļcha) podem adotar protocolos de bandeira laranja, porque cumprem os crit√©rios da Regra 0-0, ou seja, n√£o t√™m registro de √≥bito ou hospitaliza√ß√£o de moradores nos √ļltimos 14 dias, desde que a prefeitura crie um regulamento local.

Além disso, do total de 226 municípios em bandeira laranja (3.800.905 habitantes, 33,5% da população do RS), 146 (807.182 habitantes, 7,1% da população em bandeira laranja) podem adotar protocolos de bandeira amarela.

‚ÄĘ Clique aqui e acesse a lista de munic√≠pios que se enquadram na Regra 0-0.

 

RESUMO DA 28ª RODADA

Regi√Ķes que apresentaram piora (10)

LARANJA > VERMELHA
Cap√£o da Canoa (em cogest√£o)
Novo Hamburgo (em cogest√£o)
Canoas (em cogest√£o)
Guaíba
Porto Alegre (em cogest√£o)
Santa Rosa (em cogest√£o)
Passo Fundo (em cogest√£o)
Caxias do Sul (em cogest√£o)

AMARELA > LARANJA
Bagé
Erechim (em cogest√£o)

Regi√Ķes que permanecem iguais (11)

BANDEIRA VERMELHA
Santo √āngelo (em cogest√£o)
Cruz Alta (em cogest√£o)
Ijuí (em cogestão)

BANDEIRA LARANJA
Santa Maria (em cogest√£o)
Uruguaiana
Taquara (em cogest√£o)
Palmeira das Miss√Ķes (em cogest√£o)
Cachoeira do Sul (em cogest√£o)
Santa Cruz do Sul (em cogest√£o)
Lajeado (em cogest√£o)
Pelotas (em cogest√£o)

Regi√Ķes que apresentaram melhora
Nenhuma

‚ÄĘ Clique aqui e acesse a nota t√©cnica com as justificativas de classifica√ß√Ķes das regi√Ķes.

NÚMEROS DA 28ª RODADA
‚ÄĘ n√ļmero de novos registros semanais de hospitaliza√ß√Ķes confirmadas com Covid-19 aumentou 17% entre as duas √ļltimas semanas (de 790 para 923);
‚ÄĘ n√ļmero de internados em UTI por s√≠ndrome respirat√≥ria aguda grave (SRAG) aumentou 8% no Estado entre as duas √ļltimas quintas-feiras (de 732 para 794);
‚ÄĘ n√ļmero de internados em leitos cl√≠nicos com Covid-19 aumentou 22% entre as duas √ļltimas quintas-feiras (de 747 para 914);
‚ÄĘ n√ļmero de internados em leitos de UTI com Covid-19 aumentou 14% entre as duas √ļltimas quintas-feiras (de 568 para 646);
‚ÄĘ n√ļmero de leitos de UTI adulto livres para atender Covid-19 reduziu 11% entre as duas √ļltimas quintas-feiras (de 767 para 682);
‚ÄĘ n√ļmero de casos ativos aumentou 13% entre as duas √ļltimas semanas (de 13.277 para 14.951);
‚ÄĘ n√ļmero de √≥bitos por Covid-19 reduziu 22% entre as duas √ļltimas quintas-feiras (de 220 para 171).

As regi√Ķes com maior n√ļmero de novos registros de hospitaliza√ß√Ķes nos √ļltimos sete dias, por local de resid√™ncia do paciente, s√£o Porto Alegre (231), Caxias do Sul (111), Passo Fundo (66), Canoas (58) e Novo Hamburgo (64).

Comparativo: situação entre 16/10 e 12/11

‚ÄĘ n√ļmero de novos registros semanais de hospitaliza√ß√Ķes confirmadas com Covid-19 aumentou 25% no per√≠odo (739 para 923);
‚ÄĘ n√ļmero de internados em UTI por SRAG aumentou 8% no Estado no per√≠odo (de 732 para 794);
‚ÄĘ n√ļmero de internados em leitos cl√≠nicos com Covid-19 no RS aumentou 43% no per√≠odo (de 638 para 914);
‚ÄĘ n√ļmero de internados em leitos de UTI com Covid-19 no RS aumentou 21% no per√≠odo (de 533 para 646);
‚ÄĘ n√ļmero de casos ativos aumentou 49% no per√≠odo (de 10.011 para 14.951);
‚ÄĘ n√ļmero de leitos de UTI adulto livres para atender Covid-19 no RS reduziu 6% no per√≠odo (de 722 para 682);
‚ÄĘ n√ļmero de √≥bitos por Covid-19 acumulados em sete dias reduziu 20% no per√≠odo (de 213 para 171).

Clique aqui e acesse o levantamento completo da 27ª rodada do Distanciamento Controlado.

Texto: Suzy Scarton e Pepo Kerschner/Ascom SPGG
Edição: Marcelo Flach/Secom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *