Estabelecimentos comerciais são multados durante operação da Força-Tarefa do Programa Segurança Alimentar

Três estabelecimentos comerciais foram fiscalizados e multados, nesta terça-feira, 12, em Capão da Canoa e Xangri-Lá, durante o segundo dia das operações da Força-Tarefa do Programa Segurança Alimentar no Litoral. No total, 700 quilos de alimentos foram recolhidos e inutilizados.

Em um dos estabelecimentos, houve cumprimento de mandado de busca e apreensão por suspeita, depois
confirmada, de venda de mel de abelha sem procedência. O proprietário foi autuado em R$ 72 mil pela Secretaria
Estadual de Agricultura. No local, foram apreendidos 150 quilos de mel clandestino.
Durante as inspeções, foram encontrados alimentos impróprios ao consumo, com prazo de validade vencido,
armazenados de forma irregular, embutidos mofados e fora da temperatura adequada, insetos dentro de
embalagens de massas, além de problemas de infraestrutura e falta de higienização.

Os nomes dos estabelecimentos não foram divulgados.

OPERAÇÃO CONJUNTA
Atuaram na operação a coordenadora do Centro de Apoio Operacional do Consumidor e da Ordem Econômica,
Caroline Vaz, os coordenadores do Grupo de Atuação especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO –
Segurança Alimentar), Mauro Rockenbah e Alcindo Luz Bastos da Silva Filho, representantes da Vigilância
Sanitária Municipal de Xangri-lá e Capão da Canoa, Vigilância Sanitária Estadual, Secretaria Estadual da
Agricultura, Pecuária e Irrigação, Procon Estadual, PATRAN e Delegacia do Consumidor da Polícia Civil.

 

Litoral Mania


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *